Autor Tópico: Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)  (Lida 17005 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline ubiratamuniz

  • Hero Biker
  • *****
  • Mensagens: 2.020
    • meu álbum no bikepics
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #150 Online: Janeiro 18, 2017, 04:26:08 pm »
Se ficar naquela de procurar uma moto "tipo HD", fica com a HD mesmo que faz melhor negócio.

sim, Wolfmann, esse era o propósito original do tópico quando o criei há uns 2 anos kkkkkkkkkkkkkkk


No meu caso vim de uma Mirage 250, depois para a Shadow 600 e quando vi que havia chegado a hora de dar um upgrade (por x motivos por conta da Shadow que só estava me dando dor de cabeça) optei pela 883R.
(...)
O que eu gasto com a 883 é metade do que eu gastava com a minha Shadow

vou além:

o gasto anual que eu tive com a 883 (tirando quando tive problema de embreagem) foi, no geral, mais ou menos o mesmo que o que eu tive com a Mirage 250. As peças mais caras (sabendo comprar, economiza - cartão de crédito internacional é seu melhor amigo - itens de consumo como pastilhas de freio são facilmente encontrados a preços não muito distantes das motos nacionais de valor equivalente) eram facilmente compensadas pela manutenção preventiva menos frequente (intervalos de troca de óleo e demais itens)... e considerando que com a 883 eu rodei BEM MAIS que com a Mirage, então, jogando na ponta do lápis... agora é claro que eu me considero um felizardo que teve uma Mirage que nunca deu defeito, senão facilmente as despesas com a Kasinski poderiam ter superado as da 883.

abrax,

Bira

Softail Deluxe 2014

Offline Higor

  • Rookie Biker
  • *
  • Mensagens: 37
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #151 Online: Janeiro 18, 2017, 08:28:35 pm »
Eu tive uma shadow por quase cinco anos. Nunca deu nenhum problema e as despesas que tive foram somente manutenção preventiva. Nessa época eu levava no mecânico para qualquer coisa, até para regular a embreagem. Gostava muito dela. Mas sempre tive aquela pontinha de inveja das HD - isso uma época que era raro ver uma rodando por essas bandas. Quando comecei a querer mexer e fazer modificações a frustração aumentou. Coloquei um guidão ape  e foi um parto conseguir os cabos alongados. Fiz uma gambiarra com "cabos sob medida" para só depois descobrir que tem tudo já pronto para as HD. Meses depois troquei por um HD e agora é um caminho sem volta. Fui pego pelo vírus HD. Isso já tem uns cinco anos e não volto mais.

Com a heritage aprendi que não é nenhum bicho de sete cabeças fazer a manutenção e hoje tenho minha mini oficina montada e faço tudo em casa. Cada vez mais me arrisco ao do shit yourself graças a HD. Aprendi a mexer e aprendi que gosto de sujar as mãos.

Não sei se seria diferente se ainda estive com uma japa, mas a facilidade de conseguir informações sobre como mexer nas HD me incentivou a isso.


Enviado do meu iPad usando Tapatalk

Offline ubiratamuniz

  • Hero Biker
  • *****
  • Mensagens: 2.020
    • meu álbum no bikepics
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #152 Online: Janeiro 18, 2017, 08:51:39 pm »
O do shit yourself é uma característica do mercado americano. Lá a mão de obra é muito cara, e eu diria que é por isso que nossas HD são tão amigáveis ao DIY. Depois que vi um amigo trocar as velas de uma Mirage 650 (spoiler: tem que tirar o tanque fora), dou graças por ter uma HD.

Enviado de meu ASUS_Z00UD usando Tapatalk

abrax,

Bira

Softail Deluxe 2014

Offline artfurt

  • Rookie Biker
  • *
  • Mensagens: 39
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #153 Online: Janeiro 19, 2017, 08:51:43 am »

Vamos lá...

Torque é a capacidade de entregar força. Potencia é uma resultante da capacidade de entrega de força pela rotação que ele pode atingir.
Na pratica, uma moto com mais torque acelera mais forte em giros mais baixos. Isso desconsiderando peso, relação de marchas, etc.

Mas não dá nem pra pensar em comparar o torque que tem uma 48 com o que tem uma Vulcan. São motos completamente distintas, não só em motor.
Com o preço delas zero km, uma 48 custa quase duas Vulcan!

Você não vai precisar esgoelar a Vulcan pra ela andar. A moto tem motor de sobra, só que ela vai exigir uma tocada mais parecida com uma naked, ou seja, vai ter que aprender andar com giro médio.
Ou seja, nada de "pó pó pó pó" na Vulcan. Vai ter que conviver com o grito de ninjinha na orelha, rs.

Como nunca andou numa street, sugiro que faça um test drive em uma ER6, Bandit ou uma de suas concorrentes e veja se não é isso que você procura.
As naked são motos MUITO versáteis. Ela fazem tudo que se pode fazer com a Custom, mas em velocidade maior, com mais curva, sem detonar sua coluna, judiar do garupa, etc...
Eu tive uma GS500 por anos e foi uma moto mais que excelente. Dá pra fazer tudo com ela. Só vendi porque ficou complicada de manter (falta de peças e preço delas).
Mas confesso que as vezes penso em me lascar com outra novamente... rs

Me parece que você quer uma moto versátil, que sirva pra te levar no trabalho, na padaria, na argentina...
Se é isso que você precisa, nas custom dificilmente você vai se achar 100%, em algum momento ela não vai ser boa.

As customs, por características delas próprias, se é boa pra estrada (grande e pesada), é ruim pra cidade; se é boazinha na cidade (menor e mais leve), já não será tão boa na estrada.
As suspensões não ajudam, pois o curso é pouco (pois são baixas) e se é dura pra não bater, é desconfortável no rodar; se roda mais macia, bate fim de curso com garupa.
Não fazem muita curva porque a altura do solo não permite grande angulo de inclinação.
Os motores embora sejam grandes, são pesados e giram pouco.
Os tanques (das sporty) não te permitem rodar muito sem para pra abastecer.

Mas se ainda assim voce pretende usar uma custom no dia a dia, pega a que você mais gostar e seu bolso permitir. Afinal, sempre vai ter alguma coisa pra reclamar, então a coisa ta mais na emoção que na razão... kkkkkk

Eu sai da naked e fui pra custom por vários motivos irracionais.
Sou saudosista e gosto de coisas "retrô", gosto do fato das HDs serem atemporais e não sofrerem por falta de peças (abandono da fabrica), não gosto de trocar de moto toda hora (me apego) e andei numa Sporty em 2008 e foi amor a primeira quadra.
Não tenho problema com o fato da moto ser dura, não preciso me preocupar com garupa (minha mulher não tem frescura) e a minha moto não é veículo de uso diário, e sim um lazer.

Agora, se eu precisar usar a moto todo santo dia, deixo a 883 parada e compro uma fazer 250 pra "torá".

Abs!


Ótimo post, valeu a explicação sobre torque.

Quando era guri e apenas um fã de motos, tinha a idéia que motos sportivas ou nakeds vc tinha que andar mais rápido, senão a moto ficava falhando, ruim de andar... Acho que um ouvi algo parecido com isso em uma conversa de adultos, e sei lá porque isso ficou consolidado na minha cabeça como conceito de torque.. e foi um dos fatores que me fez sempre admirar mais as custons, porque sempre nos filmes e na tv o motociclista estava sempre de boa passeando na sua custom, ao contrário das CGs que eu via nas ruas, que estavam sempre rushando... coisas de criança.  [kaka]


Nem tenho o interesse em outro estilo de moto, devido a posição de pilotagem. É a única certeza que sempre tive. Gosto da posição com os pés lá na frente e acho que nenhuma caracteristica superior de uma Naked ou Street conpensaria ter que andar deitado ou montado na moto. rsrs.


Acho que o que eu negritei é importante mesmo kkkkk. Porque se for pra reclamar da Vulcan também, prefiro reclamar numa HD. E como vc disse, uma custom nunca será 100% confortável e ao mesmo tempo ágil e pequena.



moto é moto.

Como já disse no início do tópico, tudo é perfil de uso. Eu não acho que seja um pecado abandonar a HD para comprar outra moto. Vários já fizeram esse caminho (eu fiz o inverso: sai das japonesas e vim para a HD em 2006 e estou com a marca desde então).

Uma decisão dessas transcende o emocional e o desejo: é uma decisão que se toma de forma racional, ou seja, se a HD não consegue me atender, vou procurar uma moto que atenda o meu uso.

Se ficar naquela de procurar uma moto "tipo HD", fica com a HD mesmo que faz melhor negócio.


Disse tudo.
Também não me prendo especificamente marca, mas  sim ao estilo de pilotagem. Acho que por isso que considero muito  a V-Rod e a Vulcan, pois não são custons da forma tradicional, mas manteêm a principal característica que me agrada numa custom, que é ir sentado com os pés lá pra frente. A XL era perfeita nesse sentido, porque além de tudo as pedaleiras eram bem avançadas.

 Outra coisa que eu preso muito é a altura do assento, quanto mais baixa melhor. Se eu pudesse andar numa moto sentado a 30 cm do solo mesmo sacrificando o conforto, eu andaria [kaka] Eu achava a XL um pouco alta em relação ao assento e isso que ela tem 70cm que é a média do segmento...mas o ideal para mim seria uma moto com 60 a 65 do solo, seria simplesmente perfeito.

« Última modificação: Janeiro 19, 2017, 08:54:40 am por artfurt »

Offline rgapski

  • Jr. Biker
  • **
  • Mensagens: 66
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #154 Online: Janeiro 19, 2017, 09:28:36 am »

Ótimo post, valeu a explicação sobre torque.

Quando era guri e apenas um fã de motos, tinha a idéia que motos sportivas ou nakeds vc tinha que andar mais rápido, senão a moto ficava falhando, ruim de andar... Acho que um ouvi algo parecido com isso em uma conversa de adultos, e sei lá porque isso ficou consolidado na minha cabeça como conceito de torque.. e foi um dos fatores que me fez sempre admirar mais as custons, porque sempre nos filmes e na tv o motociclista estava sempre de boa passeando na sua custom, ao contrário das CGs que eu via nas ruas, que estavam sempre rushando... coisas de criança.  [kaka]


Nem tenho o interesse em outro estilo de moto, devido a posição de pilotagem. É a única certeza que sempre tive. Gosto da posição com os pés lá na frente e acho que nenhuma caracteristica superior de uma Naked ou Street conpensaria ter que andar deitado ou montado na moto. rsrs.


Acho que o que eu negritei é importante mesmo kkkkk. Porque se for pra reclamar da Vulcan também, prefiro reclamar numa HD. E como vc disse, uma custom nunca será 100% confortável e ao mesmo tempo ágil e pequena.


Nakeds e esportivas podem ser pilotadas em baixas velocidades como qualquer outra moto.
E são até mais fáceis de conduzir assim porque são leves. Uma hornet, por exemplo, tem 180kg, pouquinho mais que uma fazer. Da pra andar com ela praticamente igual se anda numa cg. É facil de usar em baixa rpm tbm.

O problema é que essas motos tem um poder de fogo grande, fazem curva muito bem e tem uma ciclística que deixa elas muito ágeis e fáceis de manobrar, daí que surgem os motoqueiros fantasmas que andam a 120km/h nos corredores e naquelas ruas onde só passa um carro... rs

Mas vi que você gosta de custom, pela questão da posição e estilo da moto.
Eu penso que escolher a "melhor" custom pra você é avaliar: onde vai usar, como vai usar e quanto pretende gastar na compra e acessórios.

Posto isso, você avalia quais são as canditadas mais favoráveis e faz um butt ride. Deixa de lado o preconceito com marcas e vai de mente aberta.
Vai naquela que te acolher melhor, e já aceita que tem coisas que terão que ser relevadas em nome de um bom convívio.

Por isso que as pessoas associam tanto as motos custom com uma mulher:
Todo mundo tem qualidades e defeitos. Então escolher uma custom é igual casar: você escolhe aquela que tem mais virtudes; virtudes essas que colocam os defeitos em segundo plano e os tornam irrelevantes, permitindo assim que o relacionamento seja saudável e duradouro.

Abs!
Raphael Gapski - Santo André/SP
08' Harley-Davidson XL Sportster 883r [Em construção]

Offline RustyClutch

  • Rookie Biker
  • *
  • Mensagens: 32
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #155 Online: Janeiro 21, 2017, 01:54:19 pm »

[/quote]

vou além:

o gasto anual que eu tive com a 883 (tirando quando tive problema de embreagem) foi, no geral, mais ou menos o mesmo que o que eu tive com a Mirage 250. As peças mais caras (sabendo comprar, economiza - cartão de crédito internacional é seu melhor amigo - itens de consumo como pastilhas de freio são facilmente encontrados a preços não muito distantes das motos nacionais de valor equivalente) eram facilmente compensadas pela manutenção preventiva menos frequente (intervalos de troca de óleo e demais itens)... e considerando que com a 883 eu rodei BEM MAIS que com a Mirage, então, jogando na ponta do lápis... agora é claro que eu me considero um felizardo que teve uma Mirage que nunca deu defeito, senão facilmente as despesas com a Kasinski poderiam ter superado as da 883.
[/quote]

Exato. Eu fiz um calculo mês a mês para chegar a essa conclusão quanto a minha. E quando falo isso sobre a Shadow X 883R tem gente que diz que é história de pescador minha...Mas é a pura verdade, os gastos da shadow eram maiores que da 883...

Já a minha Mirage era danada, não podia ver um guincho que  subia sozinha  [kaka]

Offline Bjorn

  • Biker
  • ***
  • Mensagens: 128
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #156 Online: Janeiro 21, 2017, 04:42:55 pm »

Por isso que as pessoas associam tanto as motos custom com uma mulher:
Todo mundo tem qualidades e defeitos. Então escolher uma custom é igual casar: você escolhe aquela que tem mais virtudes; virtudes essas que colocam os defeitos em segundo plano e os tornam irrelevantes, permitindo assim que o relacionamento seja saudável e duradouro. .....  [biggrin]

Falou bonito gostei ....

Offline motocruzi

  • Biker
  • ***
  • Mensagens: 204
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #157 Online: Março 15, 2017, 10:39:33 am »

     Trocaria por uma Yamaha (tambem tradicional nas preimeiras custons)  modelo atual é a Star Bolt se tivesse no Brasil,   refrrigerada a ar tambem,   estilo,  motor simples e não tem aquela tração ultrapassada interna com corrente que vive dando trancos nas passagens e aquela suspensão (883) que não aguenta ver um buraquinho  [mellow]
     
QUASMIL-2    XL-883-Roadster - Marroco Gold

Sem  água, só duas velas e  gasolina comum .
Pra que mais?!!

Mostre suas intenções e evite acidentes: Use a seta

Offline thiagogrigoletto

  • Rookie Biker
  • *
  • Mensagens: 39
Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #158 Online: Março 15, 2017, 11:27:46 am »
Não é bem uma "custom", mas trocaria fácil em uma Yamaha Vmax, 1700cc
Thiago Grigoletto


HD - Forty Eight

Forum Harley

Re:Você sairia da HD para uma custom japonesa? (é sério!!!)
« Resposta #158 Online: Março 15, 2017, 11:27:46 am »